PASTORAL DO DÍZIMO

AS DIMENSÕES DO DIZÍMO

O dízimo é uma atividade ECLESIAL e BÍBLICA que visa despertar no cristão a sua conscientização de cooperação na condução RELIGIOSA da comunidade, onde expressamos a FÉ, o LOUVOR e o AGRADECIMENTO a Deus por tudo o que Ele nos dá, uma vez que pelo Batismo nos tornarmos filhos de Deus e membros de sua Igreja e, portanto, co-responsáveis por ela. É importante ressaltar que o dízimo contempla quatro dimensões a saber:


1 - Dimensão Religiosa: o dízimo deve suprir com recursos, todas as necessidades direta ou indiretamente ligadas ao culto e aos seus ministros. Gastos com o templo - construção e manutenção, encargos, energia elétrica, água, telefone, impressos, paramentos litúrgicos, velas, vinho, hóstias, equipamentos de som e audiovisuais, entre outros. Enfim, é a utilização do dinheiro arrecadado na promoção de tudo o que diz respeito ao encontro do homem com Deus.


2 - Dimensão Social: o dízimo deve suprir as necessidades dos irmãos mais necessitados da comunidade, atendidos pelas pastorais sociais. As nossas pastorais sociais cuidam da promoção do ser humano e neste seu trabalho de misericórdia e compaixão resgatam a dignidade dos irmãos assistidos. Assim sendo, os que por alguma razão não podem prover seu sustento, são responsabilidade da comunidade.


3 - Dimensão missionária: o dízimo deve sustentar financeiramente as ações de evangelização da comunidade exercidas dentro e fora do território da paróquia. Nesse mesmo compromisso de fidelidade a Deus, somos convocados a proclamar o Evangelho a todos os povos. Dessa forma, essa dimensão concretiza-se, quando, por meio do meu dízimo mensal:
• contribuo para que seja desenvolvido um trabalho pastoral eficiente;
• contribuo para que seja criada uma catequese eficaz;
• contribuo na formação de catequistas, animadores de comunidades;
• contribuo na formação de missionários para evangelizar;
• contribuo na preparação e envio de missionários.


4 - Dimensão Espiritual: a experiência do dízimo nos leva a um encontro com Deus e com o irmão, dessa forma gera uma espiritualidade encarnada. Ser dizimista é amar o que se faz, amando o gesto de partilhar. Assim, o dízimo ganha um novo significado, tem outro sabor, o sabor da alegria que é sempre renovado. O dízimo é uma grande ação de graças pelo que Deus faz em nossas vidas, é reconhecimento, é louvor, é o agradecimento pelo que temos e que podemos compartilhar com os irmãos na Fé. O povo de Deus que conhecemos na bíblia é um povo alegre, pois se alegrava com tudo e por tudo: pela água que jorrava no poço (Números 21, 17); pela chuva que chegava na hora oportuna (Joel 2, 23-24); pela riqueza da colheita (Sl 126, 5-6); pelo primeiro cacho de uva (Isaías 65, 8); pelo sabor do vinho (Sl 104, 15).

O dízimo deve ser levado ao altar com alegria, devemos ser dizimistas porque desejamos esta união com Deus que é Todo BONDADE e MISERICÓRDIA.

Enfim, esta é a ESPIRITUALIDADE CATÓLICA DO DÍZIMO.

PARÓQUIA DO DIVINO ESPIRITO SANTO

Nome Gledson e Natila
Endereço Indisponível
Telefone Indisponível
E-mail gledson@mgaduaneira.com.br